Blog

Jorge Amado & Zélia Gattai

Crônica de domingo, 12 de fevereiro de 2017 – por Paloma Amado

Tio Tito …. …. …. Cadê a crônica? O gato comeu… comeu nada, que gato é tudo de bom e não fariam uma ursada — gatada?… — dessas com quem lhes quer tanto bem. Não estou com espírito de fazer graça, na verdade estou rachada em cruz, como diria minha [...]

Ver a notícia completa

Zélia em Vêneto

[...]

Ver a notícia completa

Crônica de domingo, 11 de dezembro de 2016 – Por Paloma Amado

Breve apontamento sobre a Gula Dos chamados pecados capitais, o meu preferido é a Gula. Adoro! Ela está só uns passinhos adiante da luxuria e da preguiça, na minha predileção. Dos demais nem quero saber, não se coadunam com o meu caráter. A tal da inveja branca, do bem, que tanto apregoam, é conversa mole para boi dormir,  a meu ver é coisa horrorosa, que faz muito mal. Eu quando invejo (mas é raro), invejo mesmo e depois  morro de vergonha. Acredito num deus de bondade, gordo, como disse Vadinho ao retornar do céu, no livro “Dona Flor e seus dois maridos”. Um deus de amor, que não culpa nem condena ninguém, um deus que deu aos homens um presente dos bons: o dar de comer como primeira manifestação amorosa. Assim sendo, a gula é consequência direta do prazer que se tem ao sugar o peito da mãe, envolvido por seus braços carinhosos. A fome já passou, mas vamos mamar mais um pouquinho, pois o prazer e o conforto que dá estar assim aninhado, tomando o leitinho,  é o que existe de melhor neste mundo. Nasce aí a gula, como já disse, coisa boa demais. Ela rima muito bem com […] [...]

Ver a notícia completa

Como chegar

Referência do Bairro, saiba como chegar à Casa do Rio Vermelho

Rua Alagoinhas, nº 33, Rio Vermelho

Traçar rota

Copyright 2016 A Casa do Rio Vermelho todos os direitos reservados |
PORTO (Dori Caymmi) – 100% Som Livre Edições Musicais